Quinta-feira, 24 de Agosto de 2006

A VIDA…

 

Quantos cansaços da vida…
quanta correria nos planos.
A persistência dúbia do infinito
em amor impossível de apagar.
Tu és a minha corrida
em todos os “amanhãs”…
o guarda constante do meu corpo,
o possuidor dos meus suores,
das minhas gargalhadas,
das minhas lágrimas!
Adio sempre o hoje
impune às vozes criticas,
o persistir na teimosia,
deste sonho lindo
de não te guardar no meu baú
como retrato amachucado no tempo!
Amanhã terei sempre respostas.
Hoje tenho o prazer de te amar,
como te amei ontem, e
como amarei amanhã!
Cálculo da vida
construída por palavras
guardadas no mar.
Alinhavo os meus caminhos
tendo-te na janela mais pura de mim,
o meu coração!
Prometo ao futuro o querer
estar em ti.
Havemos de habitar-nos
em todas as janela da vida,
no milagre dos que amam!


©{{coral}}
Reservados os direitos de autor
Textos e poemas registados na SPA

sinto-me: A paz chega devagarinho....
música: Do blog
publicado por {{coral}} às 23:48
link do post | As vossas palavras são importantes! | favorito
|
8 comentários:
De Devil_Girrl a 25 de Agosto de 2006 às 00:01
Adorei o poema...tá tão....cheio de amor...quem me dera escrever assim ás vezes...também ainda tenho tempo para isso...mas...se leres o meu blog entendes =P =) passa por la e deixa a tua marquinha tb...=) *******
De Álvaro a 25 de Agosto de 2006 às 00:02
Eu estive aqui!
Lindo!
1 beijo
Álvaro
De Marluce a 25 de Agosto de 2006 às 19:23
Oh {{coral}},
As suas palavras neste poema deixam qualquer pessoa estufacta, perante tamanha grandeza, em destaque estas expressões que me encheram de brilho, paz e sorrisos!
(Alinhavo os meus caminhos tendo-te na janela mais pura de mim, o meu coração), e ainda (Havemos de habitar-nos em todas as janelas da vida, no milagre dos que amam!) sem dúvida expressões de poeta que devia ter reconhecimento publico.
Sem mais palavras só posso agradecer a sua partilha connosco, os que a visitam para ficar mais perto de si, e sentirem-se reconhecidos pela sua beleza.
Um beijo
Mar_luce
De Luara a 26 de Agosto de 2006 às 18:09
Por vezes quando lutamos muito, sentimos uma força a empurrar-nos para o desespero, mas neste poema a tua força dá-nos ainda mais força para se lutar até ao fim por tudo quanto se deseja.
Mais uma vez sinto que o amor em ti é tão verdadeiro quanto as janelas numa casa, chamas a ti a força, a luta, e gritas ao mundo que esse amor será sempre teu apesar do caminho ser tão árduo.
Tudo de bom para ti com muita felicidade.
Luara
De Falando a 27 de Agosto de 2006 às 01:54
A rouquidão cura-se com pastilhas, é melhor tomar algumas, discos riscados de fantasias imaginárias no tempo que deixou de ser seu.
Um conselho que deixo, perca-se noutras habitações que não tenham responsabilidades intrinsecas.
Que bela estava a noite antes de passar aqui, que bela merda de poema.
Fique bem
Falando de merda
De silencios a 27 de Agosto de 2006 às 02:06
Ainda existem amores assim? não sabia que a juventude era aderente a sentimentos de merda.
vim parar aqui porque me disseram que era um blog de jeito só vi coisas de merda, obrigado pelo desgaste da mente.
Quando morrer eu levo-lhe camélias encarnadas.
silencios
De JoãoGouveia a 27 de Agosto de 2006 às 14:33
Tenho que admitir que o poema "A vida..." está muito bonito, como todos. Alguns dos comentários que aqui fizeram é que não são construtivos ( no âmbito da justificação), enfim, a inveja faz falar e o "silêncio" é sempre um nada que não se exterioriza, porque razão este se exteriorizou?De qualquer maneira continuou a ser uma nada deambulante da miséria fria frustrada.
O teu poema é uma retrospectiva da tua vida, vida sã, em que concluíste que amar é o mais relevante. Quem não ama não sente poemas com esta vertence, então a única forma patente de afirmação é a frustração, já que se sentem bloqueados, daí aqueles dois últimos comentários, sem conteúdo justificativo e enclausurados em mentes falhadas.

Beijos, querida Coral!
De Menina do Rio a 27 de Agosto de 2006 às 18:05

Que bom que ainda existem amores assim...
Melhor que ter o coração vazio...sem apegos, sem saudade...
Lindo!
Tem uma boa semana!

Comentar post

.Devagarinho se caminha...

.{{coral}}

.

.As minhas palavras...

. OUTONO...

. OS ANOS PASSAM...

. ESTA OUSADIA...

. A TUA AUSÊNCIA...

. E LÁ GANHÁMOS...

. DESENHA NO MEU CORPO...

. Silenciosamente!

. ABRO O BOLSO...

. AO MEU PAI!

. A TARDE ACONTECE...

. NO DIA DA MULHER

. PARA TI

. AMA-ME NOS AROMAS...

.arquivos

. Novembro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.favoritos

. DIA MUNDIAL DA POESIA

.as horas no silêncio...

.As visitas ao meu blog


contadores de visitas

.Calendário

.Os cantinhos de magia...

.Vozes...