Quarta-feira, 27 de Setembro de 2006

EXISTEM ANJOS…

 

Existem anjos colados
ao teu corpo,
abençoando o teu nascimento!
Desenham-te os olhos claros,
os lábios bem delineados,
sinais evidentes na pele clara!
Anjos cantaram o teu nascimento,
abriram o céu, fizeram-te ave de um
imenso planalto abrindo tuas asas ao mundo!
Anjos guardam a tua vida,
caminhada extensa de alguns sofrimentos,
desilusões a rolar no coração enorme e,
tão guardado no varandim dos sentimentos!
Anjos adormecem a noite,
cantam-se silêncios de chuvas,
calam-se serras inóspitas,
deslumbram-se estrelas que recebem
o sorriso da lua e,
ditam-se frases de Salomão!
Existem sempre anjos
embrulhados em túnicas de veludo,
que adornam o chão traçado para caminhares!


©{{coral}}
... escrevinhando…
Reservados os direitos de autor
Textos e poemas registados na SPA

música: Do blog dedicada ao anjo da minha vida
publicado por {{coral}} às 23:44
link do post | As vossas palavras são importantes! | favorito
|
4 comentários:
De carla a 28 de Setembro de 2006 às 01:07
Que os anjos e arcanjos estejam sempre a olhar por nós!...
Que ouçam as nossas orações e nos ajudem a caminhar na vida .....
Que o nosso anjo da guarda nunca se canse dos nossos disparates e sorria sempre quando temos a audácia de o ofender, por vezes sem nos apercebermos de tal acto...
Que eles nos guiem sempre e sejam a nossa luz!...
Lindo poema!
Beijo grande
>*<
carla

P.S. - Dorme bem e sonhos lindos na companhia de 1000 anjos luz...
De JJ a 28 de Setembro de 2006 às 20:15
{{coral}}
Prometi voltar, cá estou eu.
Ainda não me respondeu, está publicada? gostaria de saber, é importante, pode responder-me na sua página porque sou desde agora leitor assíduo.
Este poema tem força, e Salomão teve todo o poder e respeito segundo rezam nos escritos: e o gênio de Salomão permitiu transformar este sonho em realidade.
Depreendo disto que este seu poema seja uma lição
sobre a força e o poder, ou dar alguma lição.
Poema que dedica o lado bom, falando dos anjos que guardam alguém, e que o inferno chama constantemente, será??? não sei a interpretação que pretendeu dar a este escrito, até porque os leitores nunca, ou quase nunca,têm a mesma forma de sentir do poeta.
Lições e lições retiramos sempre entre o que estamos a ler e a sentir, e em si sinto a poesia como a alma entregue a tudo.
Palavras simples, cruas, nuas, doridas, chamativas, amorosas, tudo se encontra na sua página.
Esta a minha forma de estar e de sentir.
Chama acesa no amor que alguém ainda não percebeu ou adormeceu? por vezes perdemos uma grande amor pela morte, pelo fim de uma realização!
Bom ja estou tão extenso no comentário.
Recomendarei esta página a escritores.
Continue a expôr a sua alma de forma tão linda.
Voltarei.
JJ
De ninguem a 28 de Setembro de 2006 às 20:37
Tens uma forma poética de ver o mundo. Óptimo, porque é optimista e intimista.
Beijo
De Manuela Bravo a 6 de Outubro de 2006 às 14:03
Os Anjos do Senhor acampam-se à nossa volta e livram-nos do mal. Abençoada é a tua Poesia. Abençoada seja a tua vida e a Missão que Deus te deu.
Um abraço pleno de Amor Fraterno.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Os Anjos do Senhor acampam-se à nossa volta e livram-nos do mal. Abençoada é a tua Poesia. Abençoada seja a tua vida e a Missão que Deus te deu. <BR>Um abraço pleno de Amor Fraterno. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Manela</A> .

Comentar post

.Devagarinho se caminha...

.{{coral}}

.

.As minhas palavras...

. OUTONO...

. OS ANOS PASSAM...

. ESTA OUSADIA...

. A TUA AUSÊNCIA...

. E LÁ GANHÁMOS...

. DESENHA NO MEU CORPO...

. Silenciosamente!

. ABRO O BOLSO...

. AO MEU PAI!

. A TARDE ACONTECE...

. NO DIA DA MULHER

. PARA TI

. AMA-ME NOS AROMAS...

.arquivos

. Novembro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.favoritos

. DIA MUNDIAL DA POESIA

.as horas no silêncio...

.As visitas ao meu blog


contadores de visitas

.Calendário

.Os cantinhos de magia...

.Vozes...