Quinta-feira, 2 de Novembro de 2006

AS PALAVRAS

 

Palavras permanecem
dispersas por montes, vales,
e rios.
Palavras escondem-se
por entre os mares do silêncio.
Procuro palavras,
húmidas,
férteis,
quentes,
calorosas!
Procuro palavras,
que permaneçam
com lembranças de voz,
murmúrios de corpos
que se entregam
no silêncio (barulhento) do amor!
Procuro palavras,
que não caíam em espaço perdido.
Palavras, palavras, palavras…
Deixa-me permanecer nas tuas palavras!

©{{coral}}
... sempre a escrevinhar…
Reservados os direitos de autor
Textos e poemas registados na SPA

música: A de fundo do blog...
publicado por {{coral}} às 21:04
link do post | As vossas palavras são importantes! | favorito
|
5 comentários:
De carla a 3 de Novembro de 2006 às 00:54
Eu também tento encontrar palavras....procuro procuro....mas não encontro..........
Já tentei! E olha que tentei com força......mas.....nada!.....
Será alguma premonição?....
Não sei!
Fica bem
Beijo
>*<
carla
De acbelix a 3 de Novembro de 2006 às 02:51
As palavras quando complementadas com as acções, serão como o carimbo selado a confirmar a assinatura de quem as disse.
Palavras cheias de emoção quando sao materializadas, colocam-nos na fé de acreditar cegamente em quem as profere, e leva-nos a pensar que nunca poderão ser esvasiadas, ainda que manipuladas por coisas metafisicas.
Palavras, sao gotas que nos podem lavar a alma, ou nos podem fazer chorar quer de alegria ou de tristeza, mas, serão sempre a unica maneira de transmitir-mos o que a nossa alma nao puder revelar.

Miro
De Menina_marota a 3 de Novembro de 2006 às 12:06
"Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca.
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.

Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto;
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.

De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído
No papel abandonado)

Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte."

Poema de Alexandre O'Neill

Que aqui te deixo com um abraço ;)
De maryy a 3 de Novembro de 2006 às 18:51
Ola!!

Para já quero agradecer a sua visita ao meu humilde cantinho :) Será que poderia saber como o descubriu????
Adorei as imagens do seu blog, mas os textos estao lindos :)

**kisses maryy**
De Marluce a 8 de Novembro de 2006 às 19:47
{{coral}}
Lendo este poema fiquei sem palavras para comentar, as suas calam-nos no silêncio do olhar, que mais dizer senão isto: Procuro palavras que não caíam em espaço perdido. As suas palavras nunca caem em espaço perdido, isso minha amiga, pode ter a certeza. Sabe bem estar na sua presença, porque a sua imagem está em tudo neste canto. Não a conhecendo fisicamente, dou por mim a conhece-la tão bem.
Um bem haja
Marluce

Comentar post

.Devagarinho se caminha...

.{{coral}}

.

.As minhas palavras...

. OUTONO...

. OS ANOS PASSAM...

. ESTA OUSADIA...

. A TUA AUSÊNCIA...

. E LÁ GANHÁMOS...

. DESENHA NO MEU CORPO...

. Silenciosamente!

. ABRO O BOLSO...

. AO MEU PAI!

. A TARDE ACONTECE...

. NO DIA DA MULHER

. PARA TI

. AMA-ME NOS AROMAS...

.arquivos

. Novembro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.favoritos

. DIA MUNDIAL DA POESIA

.as horas no silêncio...

.As visitas ao meu blog


contadores de visitas

.Calendário

.Os cantinhos de magia...

.Vozes...