Terça-feira, 28 de Novembro de 2006

AQUELA PORTA...

 

Deparo com a réstea de luz,
que chega daquela porta entreaberta!
Subo a escadaria à descoberta...
que porta é esta?..
Fechei os olhos e imaginei...
de quem seria a casa?
onde pertencia aquela porta?
seria bom, seria mau?
não sei, mas tentei saber!
A escadaria de mármore
marcava a imponência..
seria um solar? seria a porta do céu?
Deparei com um olhar lindo,
de uma menina sentada,
que olhava a janela...
Perguntei-lhe quem era...
Resposta pronta: Não sei!
Andava à procura de uma porta...
porque tinha que escrever
sobre o tema, e
vim parar a esta sala!...
Sentei-me nesta cadeira
peguei no papel, e no lápis
olhei a porta que deixei
Entreaberta...
Olhei a janela, e fiquei fascinada!
«Estava no céu»!
Agora não sei como falarei do tema...
porque não me apetece
sair deste ambiente...
onde reina a Paz!
Sorri à menina,  
dei-lhe um beijo na testa, e
disse-lhe: Não te aflijas,
eu levarei a tua mensagem,
porque vou escrever sobre esta porta
que me trouxe à tua réstea de luz,
que ficará marcada nas nossas vidas!


©{{coral}}
... escrevinhando…
Reservados os direitos de autor
Textos e poemas registados na SPA

publicado por {{coral}} às 01:40
link do post | As vossas palavras são importantes! | favorito
|
21 comentários:
De Pedro Tortuga a 28 de Novembro de 2006 às 04:09
O seu poema é belo, enriqueceu a noite rotineira e estéril na qual navego interminavelmente, obg por escrever!
De maryy a 28 de Novembro de 2006 às 13:31
ola nina!!!
mais um lindo poema, nem imagina como me sinto bem neste seu cantinho.
um kiss grande **
De aminhamatilde a 28 de Novembro de 2006 às 17:18
Mantém sempre esta porta aberta ...!

Bjks da Matilde e Cª!
De Página Secreta a 28 de Novembro de 2006 às 18:39
Onde está a porta? Na imagem não consta e no poema não se sente.Metaforicamente falando, efectivamente que a porta é o vaguear da alma por econtrar o mistério do vulto.
De JJ a 29 de Novembro de 2006 às 04:08
Olá {{coral}},
Hoje decidi acabar a noite lendo o (quase) conto que colocou.Lendo sobre a tal porta (não a vi) mas consegui quase descobrir onde a colocou, será que a sua porta é a entrada da moldura, vendo toda a prespectiva da sala?......acho que adivinhei, e digo isto porque eu próprio me coloquei nessa posição como leitor. Eu entrei no blog estou colocado do lado de fora da moldura, certo? não quero de forma alguma incorrer em erro, mas esta noite conseguiu colocar-me a pensar, tentando desfazer os enigmas. Penso que foi isso que quiz provocar nos seus leitores. Senhora inteligente, a fazer-nos pensar :)).
Despeço-me, como sempre feliz por ler coisas tão boas e significativas, deixando explicito que a sua parte magica brilha em todos os sentidos. É tão bom sonhar neste blog.
Obrigado pela partilha.
JJ
De yohanan a 29 de Novembro de 2006 às 09:46
Olá Coral...
Um coral é algo mt precioso que reina nas profundidades do mar azul cintilante...tal como as palavras que partilhas com os teus leitores. Gostei mt de conhecer este cantinho, adorei as palavras, mt mesmo... mt obrigada pela tua visita ao meu jardim e pelo teu gentil comentario, gosto mt de sentir que outras pessoas se agradam do meu jardim de sonhos. Ob. Qt ao destaque que me ofereceste, tas a vontade, e fico mt contente por isso, nunca fui destaque e isso é algo importante p mim, visto que vem de uma pessoa poetisa como tu. beijinhos****
De Elsa Robalo a 29 de Novembro de 2006 às 12:24
Adorei o teu blog, Coral... virei com mais tempo visitar-te. Obrigado
De Betty a 29 de Novembro de 2006 às 14:45
OLá Coral

Maravilhoso texto - com uma belíssima mensagem

Parabéns!

Beijinhos com carinho
De asminhasbijuterias a 29 de Novembro de 2006 às 15:27
mais um poema lindo, bjs
De Freyja a 29 de Novembro de 2006 às 23:15
escribes poemas muy lindo, te felicito
te doy las gracias por tus saludos, te dejo un abrazo muy grande y besitos
me alegra que vida se vuelva versos


besos y sueños

Comentar post

.Devagarinho se caminha...

.{{coral}}

.

.As minhas palavras...

. OS ANOS PASSAM...

. ESTA OUSADIA...

. A TUA AUSÊNCIA...

. E LÁ GANHÁMOS...

. DESENHA NO MEU CORPO...

. Silenciosamente!

. ABRO O BOLSO...

. AO MEU PAI!

. A TARDE ACONTECE...

. NO DIA DA MULHER

. PARA TI

. AMA-ME NOS AROMAS...

. DEIXA...

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.Poemas Ditos da {{Coral}}


Escutem os poemas em "Lugar aos Outros 30" 07-12-2006

.favoritos

. DIA MUNDIAL DA POESIA

.as horas no silêncio...

.As visitas ao meu blog


contadores de visitas

.Calendário

.Os cantinhos de magia...

.Vozes...