Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavras da coral

"Um mar de palavras de onde sairá uma tela colorida." "O mar é a minha inspiração, é o meu refúgio nas boas e más horas, descansa-me… e recolhe-me! O mar será sempre a minha casa… e

Calendário

Vozes...

23
Out20

PARABENS A TI!

{{coral}}

meu recanto de mar - 1.jpg

Com todo o meu amor neste dia do teu aniversário, que sejamos sempre

unidos num amor sem fim!

()()()()()

Quem diria que…

Um sólido olhar se podia prender

Num outro olhar tão sólido!

Quem diria que…

Por te amar perdida e apaixonadamente

Te pedisse um turbilhão de emoções

Vindas naquela paz feita uma onda…

Deslizando em nossos corpos

Quando num qualquer canto nos perdemos!...

Quem diria que…

Numa tarde clara e tão quente,

Teus olhos caminhassem na minha alma

Lendo-a por completo, nas certezas!

Quem diria que…

Nossas mãos tão unidas em luz,

Do grandioso rei Sol, ou sua tão amada rainha lua

Nos entregassem à emoção deste amor!

Quem diria que...

Nas palavras que gravo no papel

Surjam estes escritos…

Cantando teus olhos, tuas mãos, teu sorriso, teus lábios,

Teu corpo, e acima de tudo…

Tua doce alma!

Quem diria que…

Entraríamos na vida um do outro

Desta forma abismal, gravando em nós

Os belos canto dum rio

Que chegou docemente a este mar!

Quem diria que…

Por te amar perdida e apaixonadamente

Nossos lábios se colassem

Nos mais enternecedores e quentes beijos

Que jamais iremos esquecer!

Quem diria que…

Caminhos nossos tão distantes

Algum dia se viessem a encontrar!

Quem diria que…

Abraçamos este amor sonhador

Querendo caminhar…

Num misterioso calor

E num sonho guardado numa concha

Que este mar quis recolher

No fundo das nossas almas!

Quem diria que…

Seríamos cúmplices de uma vida…

Que um dia nos uniu!

Teresa Maria

©{{coral}}
... escrevinhando…

reservados os direitos de autor

 

 

20
Set20

PARTIDA...

{{coral}}

Midões.jpg

Sei da tua tristeza,

Essa dor tão dura,

Tão maligna, tão resistente,

Na noite fatídica…

Sei da tua tristeza,

Nunca acaba, entranhasse na mente,

Na nossa pele!

Sei da tua tristeza,

Não foi a lei da vida…

Seria outra a ordem da partida!

Sei da tua tristeza,

Meu doce amor,

Onde estiver,

“Ele” olhará por todos nós,

Brilhará à maneira dele,

Vai ter sempre um sorriso na face

Que lembrarás…

O resto dos teus dias!

Seca as tuas lágrimas e

Ajuda a secar as demais!

A vida quis assim…

No amanhã seremos nós!

 

©{{coral}}
... escrevinhando…

17/09/2020

 

 

23
Abr20

QUEM ME DERA...

{{coral}}

 

lua-azul.png

Quem me dera um dia…

Olhar para trás, voltar àquele monte!

Quem me dera um dia…

Poder olhar para trás e ver a lua cheia brilhar!

Quem me dera um dia…

Poder olhar para trás e ver a sombra esvoaçante duma gaivota!

Quem me dera um dia…

Poder olhar para trás, ver a imensa escadaria

Que não me deixaste subir!

Quem me dera um dia…

Poder olhar para trás, veja um anjo perdido

Acenando… vindo em meu auxilio…

Ouvi-lo dizer:

“Sou o teu caminho, vem em segurança, aqui vive-se a Paz!”

Quem me dera um dia…

Poder olhar para trás e sentir

Que o mar te entregou a minha vida…

E ver-te chorar as minhas cinzas ao entregá-las a ele!

Será um dia…

{{coral}}

... escrevinhando...

 

10
Dez19

CAMINHOS… DE NÓS!

{{coral}}

 

praia-do-magoito 1.jpg

Todos os caminhos percorremos…

Todos vão acabar no mar…

Este mar que te abraça,

Este mar que te ama!

Este mar que nos toca,

que nos envolve,

um simples toque que nos dá tudo!

Caminhamos juntos faz tempo,

muito tempo!

És meu, tão meu,

que todos os deuses sabem…

Até ao infinito vou amar-te!

Todos os caminhos percorremos…

Todos vão acabar no mar!

©{{coral}}
... escrevinhando…

 

06
Nov19

Centenário do nascimento de SOPHIA...

{{coral}}

SOPHIA.jpg

No dia em que completaria 100 anos deixo um poema lindissimo

desta "imensa poeta" Sophia!

 

O MAR DOS MEUS OLHOS

Há mulheres que trazem o mar nos olhos
Não pela cor
Mas pela vastidão da alma

E trazem a poesia nos dedos e nos sorrisos
Ficam para além do tempo
Como se a maré nunca as levasse
Da praia onde foram felizes

Há mulheres que trazem o mar nos olhos
pela grandeza da imensidão da alma
pelo infinito modo como abarcam as coisas e os homens...
Há mulheres que são maré em noites de tardes...
e calma
()
()
Sophia de Mello Breyner Andresen
In Obra Poética

 

 

02
Abr19

MARCAS DO TEMPO...

{{coral}}

PraiaDoMagoitoFoto.jpg

 

Rugas que marcam a face…

tanto tempo… será do tempo???

não sei se o hei-de culpar!...

Deixam  marcas…

Estas lágrimas que derramo por ti!

É esta dor da distância… a saudade

Do teu olhar de cetim

e das tuas mãos aveludadas, delicadas em amor

que me deixa tanta saudade!

Perdido pela montanha

vagueias sem sentir as marcas que deixas…

as lágrimas que deixam marca

nesse teu distante olhar!

Rugas que marcam a face…

tanto tempo… será do tempo???

Somente tornamos este amor…

em momentos reais com toda a entrega

que nos uniu sempre!

 

© {{coral}}

… escrevinhando...

 

 

08
Mar19

MULHER!

{{coral}}

9943195_waft-of-fury-320dpi-one-frame.jpg

 

Dedico estas minhas palavras todas as mulheres que já partiram

em 2019 por violência doméstica, e a todas as outras que

precisam de gritar!!!!!!!!!!!!!!

()()()()()()()()()()()()()

 

 

Mulher…

que te olhas ao espelho

e vês a menina que és!

Mulher…

que te olhas ao espelho

e vês crescer as tuas rugas!

Mulher…

que te olhas ao espelho

e sentes os teus lábios

pronunciarem…

Amor,

Carinho,

Paixão,

Lágrimas,

Sorrisos,

Dor, e

Temor

não te deixes abandonar ao desvario

da tua insensatez!

Caminha, caminha sempre

até que das rosas…

fiquem somente os espinhos!

Caminha,

porque nesse teu caminho encontrarás a luz…

essa luz que te levará

ao infinito do (Ser)…

aí verás no espelho o teu sorriso,

o lindo sorriso,

tão e sempre compensador

de teres nascido…

MULHER!

@{{coral}}

... escrevinhando...

15
Fev19

DEIXA...

{{coral}}

 

praia-do-magoito-1.jpg

 

Deixa o teu rosto nas minhas mãos…
Deixa que a minha poesia te absorva
em cada linha, em cada verso, em cada canto!
Deixa que te sonhe nos rochedos,
que o meu sal te adorne o corpo,
que o mar te cante, que as minhas mãos
te agarrem em palavras quentes,
silenciosas e tuas!
Deixa que a lua cheia te diga do amor,
na noite que te espera tão vazia!
Deixa que a minha poesia
te cante até ser cinza,
até que teu rosto eu desenhe,
nas telas que guardo em mim!
Deixa-te amar...
nos meus silêncios crus,
na solidão de mim!
Deixa-me os teus olhos…
para iluminar a minha vida!

©{{coral}}
...escrevinhando ...

02
Fev19

BRILHOS...

{{coral}}

56d89461e7d93426d909dfa0d91db49959b3f85c.jpeg

Mostra a noite o seu brilho…
nas águas cristalinas do pensamento,
palavras deslizantes,
no sal penetrador do mar!
O suave frio que se sente,
refresca os meus lábios,
que conservam o quente dos teus,
guardo sempre no “até logo”
a hora do amanhã…
em que teu anseio estala,
explode e, transpira,
no brilho dos teus olhos verdes!
Mostra a noite o seu brilho…
abrindo caminhos de estrelas
que se reflectem neste recanto acolhedor,
ultrapassando o frio nele instalado!
Meus lábios entregam-te…
a palavra doce que baila em mim,
a palavra peregrina de ti…
na porta secreta de nós!
No brilho desta noite,
meu corpo une-se ao teu,
na escadaria do Amor!

©{{coral}}
... escrevinhando…

 

23
Out18

HOJE É O TEU DIA, MEU AMOR!

{{coral}}

IMG_0407.jpg

No teu corpo tatuei

o meu amor...

Aqueço-te o sangue

que nos faz correr no tempo!

Dou aos teus lábios

o sabor de mim...

e no meu interior, que te anseia,

transformo gotas de suor

no amor que nos damos!

Nossos corpos estão tatuados,

e vestidos da nossa nudez

fazemos mover teu rio…

que desagua no meu mar!

 

 

©{{coral}}

... escrevinhando…

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

{{coral}}

.

as horas no silêncio...

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D